Senado dos EUA bloqueia tentativa de retirar tropas do Iraque

Após debate que durou a noite toda, proposta não alcançou a aprovação necessária

Thomas Ferraro e Richard Cowan, REUTERS

18 Julho 2007 | 14h18

Um fortemente dividido Senado nos Estados Unidos bloqueou nesta quarta-feira os esforços do Partido Democrata para retirar todas as tropas de combate norte-americanas do Iraque até o final de abril de 2008. Finalizando um debate que durou a noite toda, a maioria dos senadores votou em favor de uma legislação que começaria a retirar os soldados dentro de 120 dias, mas não obteve os 60 votos necessários para superar um entrave processual e levá-la adiante. A votação foi de 52 votos a favor e 47 contra. A Câmara dos Deputados já havia aprovado um projeto semelhante, o qual o presidente George W. Bush ameaçou vetar. A Casa Branca, apoiada pela maior parte dos republicanos no Congresso, quer que quaisquer mudanças na política de guerra do Iraque sejam adiadas até, ao menos, meados de setembro, quando o Pentágono deve avaliar a efetividade de um aumento de tropas no país.

Mais conteúdo sobre:
mundo EUA Iraque guerra do Iraque

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.