Senado dos EUA ratifica nome de Geithner para o Tesouro

O Senado dos Estados Unidos aprovou na segunda-feira a indicação de Timothy Geithner para secretário do Tesouro, deixando de lado os receios sobre um caso envolvendo-o com sonegação de impostos. Geithner, 47 anos, deveria ter sido empossado rapidamente para ajudar nos esforços do presidente Barack Obama para estabilizar uma economia enfraquecida. Nas próximas semanas, ele deve divulgar reformas no programa de socorro norte-americano de 700 bilhões de dólares para providenciar mais apoio aos mercados imobiliário e de crédito, e possivelmente um novo esforço para absorver ativos problemáticos de bancos. O placar da votação no Senado foi de 60 votos a favor contra 34 contra a indicação de Geithner. (Reportagem de David Lawder e Donna Smith)

REUTERS

26 de janeiro de 2009 | 21h38

Tudo o que sabemos sobre:
EUAGEITHNERSENADO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.