Senador Edward Kennedy é diagnosticado com câncer cerebral

Após ser internado com convulsões no sábado, médicos anunciam que democrata sofre de tumor maligno

Reuters,

20 de maio de 2008 | 14h33

O senador democrata por Massachusetts Edward Kennedy tem um tumor maligno no cérebro, informaram seus médicos nesta terça-feira, 20. Kennedy sofre de um glioma e passará por sessões de quimioterapia e radioterapia, anunciaram em comunicado os médicos Lee Schwamm e Larry Ronan, do Hospital Geral de Massachusetts.  Veja também:Senador Ted Kennedy é hospitalizado nos EUAVeja o perfil do senador Ted Kennedy pelo jornal NYTimes Edward Kennedy, de 76 anos, estava internado desde sábado, quando foi levado às pressas para o hospital após sofrer convulsões. Figura relevante da política norte-americana, ele é o irmão mais novo do ex-presidente John F. Kennedy e do senador Robert Kennedy, ambos assassinados na década de 1960. A notícia da entrada de Ted Kennedy - como é conhecido - no hospital causou uma grande comoção entre os políticos dos Estados Unidos e vários veículos de comunicação foram ao Hospital Geral.  O aspirante democrata à Presidência dos Estados Unidos Barack Obama, que recebeu no final de janeiro o apoio de Ted Kennedy para sua campanha eleitoral, ligou para a família do senador. "Ted Kennedy é um gigante na história da política americana", afirmou Obama.  Já o candidato republicano John McCain, afirmou que Kennedy é um "legislador lendário". O senador John Kerry, ex-candidato presidencial do Partido Democrata, foi ao hospital para ficar com a família de Kennedy.  

Tudo o que sabemos sobre:
Edward Kennedycâncer

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.