Separatistas são favoritos em eleição no Québec

Os quebequenses votam na terça-feira numa eleição provincial que deve dar a vitória ao separatista Parti Québecois, de esquerda, mas isso não deve significar um rompimento iminente com o Canadá.

Reuters

04 de setembro de 2012 | 19h56

O partido já promoveu dois frustrados referendos para separar o francófono Québec do resto do país, onde se fala o inglês. Nos últimos nove anos, a província é governada pelo partido federalista Liberal, do primeiro-ministro regional Jean Charest.

A líder do PQ, Pauline Marois, promete um novo referendo pela independência quando for o momento oportuno - o que pode levar vários anos. Uma pesquisa do instituto Crop na semana passada mostrou que apenas 28 por cento dos quebequenses são favoráveis à secessão.

Marois diz que sua prioridade imediata será a economia, especialmente o controle da dívida pública, a elevação dos impostos e royalties cobrados de mineradoras, e medidas para dificultar a compra de empresas locais por estrangeiros.

As urnas fecham às 20h (21h em Brasília), e os resultados devem ser conhecidos em duas horas. Há cinco partidos na disputa, o que significa que o PQ pode precisar formar uma coalizão para governar a província de 7,8 milhões de habitantes - pouco mais de um quinto do total do Canadá.

(Por Leila Lemghalef )

Tudo o que sabemos sobre:
CANADAQUEBECELEICAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.