Sete pessoas são expostas a pó branco em prédio federal de NY

Sete pessoas foram expostas nesta quarta-feira a um pó branco suspeito em um edifício federal no centro de Manhattan, disseram autoridades.

REUTERS

03 de fevereiro de 2010 | 19h58

A sede local da Administração da Segurança Social, no 40o andar de um prédio que abriga vários órgãos públicos --inclusive o FBI e o Serviço de Cidadania e Imigração--, foi desocupada.

"Houve uma correspondência que foi aberta às 14h15 nos escritórios da SSA (Administração da Segurança Social)", disse Jim Margolin, porta-voz do FBI. "Ele continha um pó branco que foi contido e isolado e será analisado."

Ele afirmou que o resultado da análise não será imediatamente conhecido.

José Costa, porta-voz dos bombeiros nova-iorquinos, disse que sete pessoas foram expostas ao pó branco.

As autoridades dos EUA ficam atentas a correspondências com pós brancos desde 2001, quando envelopes com antraz foram enviados a veículos de comunicação e parlamentares do país, matando cinco pessoas.

Em novembro, missões da Organização das Nações Unidas (ONU) em vários países receberam cartas contendo um pó branco que, na verdade, era farinha. Pelo menos 40 pessoas foram submetidas preventivamente a processos de descontaminação.

Incidentes semelhantes já atingiram outras empresas e instituições de Nova York.

(Reportagem de Basil Katz)

Tudo o que sabemos sobre:
EUAPOBRANCO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.