HANNAH FOSLIEN/AP
HANNAH FOSLIEN/AP

Surto de meningite nos EUA já atinge 18 Estados

Foram confirmados 323 casos e 24 mortes causadas pela doença

REUTERS

25 de outubro de 2012 | 18h15

WASHINGTON - O surto de meningite fúngica ligado a medicamentos esteroides contaminados de uma empresa de Massachusetts parece ter chegado nesta quinta-feira à Carolina do Sul, afetando agora 18 Estados norte-americanos.

O provável paciente da Carolina do Sul é um dos novos 11 casos registrados nas últimas 24 horas, elevando o total nacional a 323 casos, afirmou o Centro de Prevenção e Controle de Doenças (CDC). Até agora, o número de mortos pelo surto está estável em 24. A maioria das vítimas havia recebido injeções de esteroides contra dores nas costas.

O laboratório New England Compounding Center (NECC), de Framingham, Massachusetts, despachou o esteroide para 23 Estados, sendo que só cinco – California, Nevada, Virginia Ocidental, Rhode Island e Connecticut – não registraram a rara forma de meningite causada por fungos.

Autoridades sanitárias confirmaram que parte da medicação foi contaminada com um fungo que eles acreditam que foi injetado diretamente no líquido cefalorraquidiano dos pacientes. Outros cinco pacientes tiveram infecções nas juntas após receberem injeções medicamentosas no local. Não houve mortes pelas infecções nas juntas.

As autoridades sanitárias disseram ter encontrado condições não-esteréis na fábrica da NECC, empresa que é alvo de várias investigações. Todos os produtos da empresa estão sendo retirados das prateleiras no país inteiro.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAmeningiteMinnesota

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.