Susan Sarandon diz que deixará EUA se McCain for eleito

Se o candidato republicano vencer, 'vai ser muito perigoso. Estamos em um abismo', diz atriz americana

Efe,

30 de maio de 2008 | 18h44

A atriz americana Susan Sarandon, uma das estrelas de Hollywood mais politicamente engajadas e que já anunciou seu apoio ao pré-candidato democrata à Presidência Barack Obama, disse que, se John McCain chegar à Casa Branca, abandonará o país e se mudará para a Itália ou o Canadá.   Veja também: McCain e Obama tentam redesenhar mapa político dos EUA Conheça a trajetória dos candidatos Cobertura completa das eleições nos EUA  Acompanhe a disputa entre os pré-candidatos    Em declarações ao site Independent.ie, reproduzidas nesta sexta-feira, 30, pelos meios de comunicação americanos, a ganhadora de um Oscar por Os Últimos Passos de Um Homem disse que "estes são momentos críticos, mas tenho fé na população americana". "Se McCain vencer, vai ser muito perigoso. Estamos em um abismo", acrescentou Susan.   Questionada sobre as razões que a levaram a não apoiar a candidatura de Hillary Clinton, a atriz disse que um dos pontos-chave do "feminismo é que a pessoa não é definida por seu gênero". "Não entendo o raciocínio que existe por trás disso, porque nunca votaria em Condoleezza Rice e odiei Margaret Thatcher", declarou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.