Suspeito de enviar carta com ricina a Obama é detido, diz fonte

Autoridades dos Estados Unidos prenderam um suspeito do Mississippi ligado à carta enviada ao presidente norte-americano, Barack Obama, que continha o veneno fatal ricina, disse uma fonte de segurança nesta quarta-feira.

Reuters

17 de abril de 2013 | 21h15

A polícia federal norte-americana (FBI) disse que o envelope foi recebido em um centro de triagem de correspondência fora da Casa Branca e imediatamente colocado em quarentena.

(Reportagem de Tabassum Zakaria)

Tudo o que sabemos sobre:
EUASUSPEITOCARTAPRESO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.