Suspeito de matar marine grávida é encontrado nos EUA

Maria Lauterbach, de 20 anos, foi achada no quintal do suspeito, o também marine Cesar Lauren

AE-AP

13 de janeiro de 2008 | 22h37

O principal suspeito no brutal assassinato de uma oficial da Marinha norte-americana de 20 anos, grávida, foi visto a vários estados distante da Carolina do Norte, onde o crime ocorreu, informou a polícia, que não especificou onde o suspeito foi visto.   No sábado, autoridades encontraram o que acreditam ser os restos queimados de Maria Lauterbach, uma "marine" de 20 anos, que estava grávida. O achado foi feito no quintal do suspeito, o também "marine" Cesar Armando Lauren. Os restos foram encaminhados para identificação oficial.    Lauterbach estava desaparecida deste 14 de dezembro. Em abril passado, ela havia alegado que fora vítima de um estupro realizado por Lauren. Investigadores navais disseram, no sábado, que o caso estava progredindo e que Laurean estava sob ordens de não de aproximar de Lauterbach.   Segundo a polícia, a expectativa é de que eles estejam a poucas horas de localizar e prender Laurean, para depois continuar a investigação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.