Oscar Alfonso Sosa/Efe
Oscar Alfonso Sosa/Efe

Tempestade Isaac mata 6 no Haiti e adia convenção republicana na Flórida

14,5 mil haitianos foram evacuados; como medida preventiva, o governo da Flórida decretou estado de emergência

Denise Chrispim Marin, Correspondente, WASHINGTON, com agências internacionais,

25 de agosto de 2012 | 23h09

Texto atualizado às 8h55

A tempestade tropical Isaac deixou seis mortos no Haiti, ocasionou a evacuação de 14,5 mil pessoas e avançou em direção à Flórida, no sudeste dos Estados Unidos, na noite de sábado, 25, adiando a convenção de republicanos que aconteceria neste domingo para a próxima terça-feira. O governo da Flórida decretou emergência no sul do Estado pois a tempestade pode se transformar em furacão ao chegar no local.

Veja também:

link Tropas brasileiras socorrem vítimas de tempestade no Haiti

link Isaac deve atingir o Golfo do México como furacão

O objetivo do evento republicano, que duraria quatro dias, era apresentar oficialmente a candidatura do ex-governador de Massachusetts Mitt Romney à Casa Branca. "A segurança dos que estão na trajetória de (tempestade) Issac é o mais importante. Agradeço a aqueles que estão organizando as mudanças necessárias", disse Romney.

O governador da Flórida, Rick Scott, pediu à população que adote medidas preventivas para enfrentar a tempestade. A tormenta Isaac passou anteriormente por Cuba, após cruzar a parte oriental da ilha por cerca de cinco horas, mas não deixou vítimas ou causou danos sérios.

Com Denise Chrispim, correspondente em Washington e Efe

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.