Tempestade nos EUA mata pelo menos 22 pessoas

O bom tempo desta segunda-feira nos estados afetados ajudou a melhorar a segurança das estradas

EFE

25 de dezembro de 2007 | 03h44

O temporal de neve e vento que castiga a região central dos Estados Unidos tirou a vida de pelo menos 22 pessoas, segundo os últimos relatórios policiais. O bom tempo desta segunda-feira nos estados afetados ajudou a melhorar a segurança das estradas, onde ocorreram muitos acidentes com vítimas mortais durante os últimos dias. As autoridades informaram que uma mulher morreu ao norte de Detroit, após perder o controle de seu veículo. Além disso, pelo menos oito pessoas morreram em Minnesota, cinco em Wisconsin, três em Indiana, três no Wyoming, uma no Texas e outra no Kansas devido a acidentes de trânsito causados pela tempestade. Os fortes ventos fizeram com que as companhias aéreas cancelassem mais de 300 vôos no domingo no aeroporto internacional de Chicago, segundo o Departamento de Aviação da cidade. As más condições meteorológicas deixaram também milhares de casas e lojas sem eletricidade. Mais de 421.000 lugares, entre casas e lojas, ficaram às escuras em Michigan, Illinois e Wisconsin. Segundo as companhias elétrica, cerca de 15.700 pessoas permaneciam sem eletricidade em Michigan, enquanto Illinois também registra alguns casos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.