Tempestades de inverno atingem EUA e causam falta de energia

Previsão da meteorologia é de fortes chuvas e neve no início desta semana na costa oeste do país

Agências internacionais,

22 de dezembro de 2008 | 07h30

Tempestades de inverno atingiram com força o norte país, atrapalhando os planos de quem viajaria no Natal e causando falta de energia elétrica neste fim de semana. Nevascas e chuvas de gelo também castigaram partes do leste e do oeste do país. A segunda tempestade de inverno em três dias se espalhou pelo nordeste dos Estados Unidos no domingo, dia do início oficial do inverno no hemisfério norte. A situação complicou o trânsito e fez com que vôos fossem cancelados no fim de semana anterior ao Natal.     Foto: AP   No oeste, a região de Seattle e outras partes do Estado de Washington foram atingidas na noite de sábado com a mais forte tempestade de gelo e neve, em uma semana marcada pelo frio intenso. Caíram de 12 a 22 centímetros de neve, o que causou cortes de energia e falta de visibilidade. As nevascas e ventos forçaram o fechamento da Snoqualmie Pass, uma rota importante nas montanhas de Seattle.   "Nunca vi nada assim. Os ventos chegam fácil a 31 metros por segundo. Está empurrando a gente para fora da estrada", disse Dan McDonald, patrulha do Estado de Washington, ao jornal Seattle Post-Intelligencer.   Uma grande tempestade de inverno atinge a costa oeste e o nordeste dos Estados Unidos com neve, chuva e gelo. A tormenta afeta o tráfego aéreo em todo o país e os passageiros enfrentam mais de uma hora de espera, em média, nos aeroportos de San Francisco, Houston, Boston, Nova Jersey e Nova York.   O Serviço Nacional de Meteorologia adverte os motoristas para que evitem viagens do noroeste do Oregon a Washington, devido à previsão de fortes chuvas e neve para a região, a partir da manhã desta segunda-feira, 22. As temperaturas oscilam entre 7 e 1 graus negativos no noroeste e nordeste americanos.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAneve

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.