Tempestades matam 2 e deixam mais de 100 mil sem luz nos EUA

Duas pessoas morreram nos Estados Unidos e mais de 100.000 residências e empresas nos Estados de Nova York, Ohio e Pensilvânia ficaram sem energia elétrica na manhã desta sexta-feira depois que tempestades severas varreram a região na quinta-feira.

ADAM FENSTER, Reuters

27 de julho de 2012 | 12h55

As tempestades geraram um tornado que atingiu Elmira, no Estado de Nova York, derrubando árvores e arrancando telhados, disse o Serviço Meteorológico Nacional.

As tempestades forçaram o cancelamento de mais de 900 voos nesta quinta-feira, de acordo com a FlightAware, uma empresa baseada no Texas, que acompanha a situação dos voos. O maior número de cancelamentos foi no Aeroporto LaGuardia, em Nova York.

Autoridades da Pensilvânia e de Nova York relataram duas mortes relacionadas à tempestade.

Uma mulher que estava acampando em Genesee, Pensilvânia, perto da divisa com o Estado de Nova York, morreu quando se abrigava da tempestade em seu carro e uma árvore caiu sobre ele, disse John Hetrick, diretor dos serviços de emergência do Condado de Potter.

Em Nova York, um homem de 61 anos no bairro de Cobble Hill, no Brooklin, morreu quando um andaime em uma igreja desabou sobre ele, informou a polícia.

Em Elmira, o lado leste da cidade foi o mais atingido pelo tornado. Em uma vizinhança de quatro blocos, a maioria das casas tinha árvores derrubadas sobre elas, sinais de trânsito estavam dobrados ao meio e troncos de árvores tinham detritos em volta deles. Vários carros foram esmagados por árvores caídas.

Um edifício de dois andares teve a maior parte do segundo andar arrancado na tempestade.

Na manhã desta sexta-feira, boa parte da cidade de 29.000 habitantes continuava sem eletricidade.

Os meteorologistas disseram que ventos de 113 quilômetros por hora foram registrados em partes de Ohio, Kentucky, Pensilvânia e Oklahoma.

Conforme a tempestade avançava, granizo do tamanho de uma moeda caia em algumas áreas da Pensilvânia, disse a AccuWeather.com.

O Estado da Pensilvânia foi o mais atingido pela perda de eletricidade, com mais de 85.000 clientes ainda no escuro na manhã desta sexta, de acordo com empresas de energia elétrica que atendem a região.

Cerca de 34.000 pessoas no Estado de Nova York ficaram sem energia, a maioria deles na região sul, próximo a Elmira, de acordo com a NYSEG. Cerca de 13.500 clientes no leste do Ohio ainda estavam sem luz, segundo a AEP Ohio.

As tempestades se formaram com uma frente fria que se estende do Nordeste até o Vale do Ohio, trazendo a ameaça de ventos fortes, granizo e tornados, segundo o Weather Channel.

Tudo o que sabemos sobre:
EUATEMPESTADEMORTES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.