Tiroteio no Canadá reforça necessidade por vigilância, diz Obama

Washington - O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, qualificou o tiroteio no Canadá nesta quarta-feira, 22, como um evento "trágico" e disse que ele reforça a necessidade por vigilância.

O Estado de S. Paulo

22 de outubro de 2014 | 18h43

Obama, falando em coletiva na Casa Branca, disse que ainda não sabia a motivação do atirador ou se ele fazia parte de uma rede mais ampla.

Obama afirmou que é importante para o Canadá e para os Estados Unidos estarem em sintonia quando o assunto é atividade terrorista. / REUTERS

Tudo o que sabemos sobre:
EUACANADAOBAMA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.