Tornados deixam 200 feridos e rastro de destruição nos EUA

Governador da Virgínia declara estado de emergência; ventos chegaram a atingir entre 145 km/h e 170 km/h

Efe,

29 de abril de 2008 | 01h40

O governador Tim Kaine declarou nesta segunda-feira, 28, estado de emergência na Virgínia, depois de uma série de tempestades e tornados deixar mais de 200 pessoas feridas, segundo fontes oficiais.   A declaração do estado de emergência permite a distribuição de fundos especiais de ajuda aos desabrigados e solicitar a assistência da Guarda Nacional para participar dos trabalhos de resgate.   Os tornados arrasaram dezenas de casas e causaram diversos danos nos condados de Suffolk, Colonial Heights e Brunswick, próximos a Richmond, a capital do Estado.   Cerca de 200 pessoas ficaram feridas somente no condado de Suffolk, onde um dos tornados destruiu um número indeterminado de casas e escritórios, disse um porta-voz do Departamento de Gestão de Emergências da Virgínia.   Um porta-voz do serviço meteorológico do estado indicou que os ventos de um dos tornados atingiram entre 145 km/h e 170 km/h. "Há árvores derrubados e veículos tombados em todas as partes", disse uma testemunha no condado de Suffolk ao jornal Virginian-Pilot.   Muitas pessoas ficaram presas em seus automóveis quando voltavam do trabalho para casa, disse Jeff Judkins, coordenador dos serviços de emergência à CNN.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAtornado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.