Tornados matam ao menos 55 pessoas no sul dos EUA

Tornados e tempestades destruíramprédios e vidas no sul dos EUA, na terça e na quarta-feira,matando ao menos 55 pessoas e deixando mais de 150 feridas nasérie mais violenta de fenômenos do tipo nos últimos nove anos. No condado de Sumner, a nordeste de Nashville (Tennessee),um tornado puxou um menino de 11 meses de idade e a mãe delepara fora de sua casa. Os dois foram encontrados mais tarde emuma área descampada. A criança passa bem, mas a mãe nãosobreviveu. O governador do Tennessee, Phil Bredesen, afirmou terficado surpreso com a intensidade e a amplitude de umatempestade que "literalmente se instalou em grandes áreas" aopercorrer um caminho de até 643 quilômetros de largura. No Hospital Vanderbilt, em Nashville, Ferina Ferringtoncontou a um canal de TV da região: "Meu marido e eu entramos nabanheira com nossa filhinha. Eu me lembro de sair voando. Foitudo muito assustador. Depois, tudo ficou em silêncio e vimosque nossa casa tinha sido destruída. Nossa filha saiu ilesa." O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, visitará oTennessee na sexta-feira a fim de avaliar os danos provocadospela tempestade e oferecer apoio aos atingidos, disse ScottStanzel, porta-voz da Casa Branca. No Arkansas, onde quase 500 casas e lojas de quatrocondados foram destruídas ou danificadas severamente, JohnnyMartin, 65, reunia seus pertences em meio aos destroços de suacasa de madeira e alvenaria, atingida por enormes carvalhos, nacidade de Atkins, a oeste de Little Rock. "Nós todos nos abrigamos no banheiro", afirmou Martin,referindo-se a sua mulher, sua sogra e outros membros dafamília. "Eu estava de pé na porta da frente quando ouviaquilo. O Senhor estava conosco." Os Estados mais atingidos foram o Tennessee -- onde 31pessoas morreram --, o Arkansas, Kentucky, o Mississippi e oAlabama. Há relatos não confirmados sobre a formação de 69 tornadosnesses Estados e em Indiana, segundo o Centro Nacional dePrevisão de Tornados, com sede em Norman (Oklahoma). O número de mortos é semelhante ao registrado na série detornados que atingiu Oklahoma, o Texas e outros Estados em maiode 1999, quando cerca de 50 pessoas morreram, afirmou o centro. Em média, os tornados matam cerca de 70 pessoas nos EUA,todos os anos. O serviço de meteorologia do país e autoridades da áreadisseram que, além das 31 vítimas fatais do Tennessee, houve 13mortes no Arkansas, sete em Kentucky e quatro no Alabama. Pessoas ficaram feridas em vários lugares, 149 delas apenasno Tennessee. Muitos locais tiveram o fornecimento de energiaelétrica cortado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.