Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Tornados matam pelo menos 48 pessoas nos Estados Unidos

Estados de Arkansas, Tennessee, Mississipi e Kentucky foram atingidos; dezenas são feridos no desastre

Associated Press e Agência Estado,

06 de fevereiro de 2008 | 04h45

Equipes de resgate iam de porta em porta na manhã desta quarta-feira, 6, na busca por mais vítimas dos tornados que já provocaram a morte de pelo menos 48 pessoas no sul dos Estados Unidos. Os tornados atingiram cinco Estados americanos desde terça-feira. De acordo com as informações disponíveis até o momento, 24 pessoas morreram no Tennessee, 13 em Arkansas, sete em Kentucky e quatro no Alabama. Veja também:  Imagens da destruição   Três dos mortos em Kentucky pertenciam à mesma família: um casal e sua filha adulta. Houve um caso semelhante em Arkansas, onde um casal e seu filho de 11 anos morreram quando a casa onde viviam foi atingida em cheio por um tornado. Os tornados, que também atingiram o Mississippi, mas sem causar mortes, começaram quando os eleitores de diversos Estados americanos iam às urnas para votar nas eleições primárias dos partidos Democrata e Republicano. Quando a extensão dos danos começou a ficar clara, os principais candidatos, entre eles Hillary Clinton, Barack Obama e Mike Huckabee interromperam seus discursos de vitória para lembrar as vítimas. Os tornados danificaram casas, destelharam um shopping center e destruíram armazéns. Além dos 44 mortos, centenas de pessoas ficaram feridas nas áreas atingidas pelas tempestades. A formação de tornados, apesar de comum nessa região, é rara no inverno (boreal). A nordeste de Nashville, um incêndio atingiu uma usina de gás natural. Segundo autoridades locais, o fogo foi causado por danos ocasionados pelo mau tempo. Há relatos referentes a mortes mas não se sabe quantas pessoas perderam a vida no local. O fornecimento de energia foi afetado e um hospital próximo funcionava com a ajuda de geradores. Somente o pronto-socorro tinha as luzes acesas. Depois de causar devastação nos Estados de Tennessee, Arkansas, Kentucky e Mississippi, o sistema que levou à formação de tornados no sul dos EUA entrou pelo Alabama nas primeiras horas desta quarta, provocando a morte de mais quatro pessoas. Matéria atualizada às 13h40.

Tudo o que sabemos sobre:
tornadoseleições EUAsuperterça

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.