Trem que descarrilou em NY estava acima do limite de velocidade

O trem interurbano nova-iorquino que descarrilou na manhã de domingo, matando quatro pessoas, estava trafegando a mais do que o dobro do limite de velocidade estabelecido para o trecho em curva onde ocorreu o acidente, disseram autoridades nesta segunda-feira.

Reuters

02 de dezembro de 2013 | 20h57

A análise feita pela Junta Nacional de Segurança nos Transportes (NTSB, na sigla em inglês) dos dados da caixa-preta do trem Metro-North mostrou que a composição de sete vagões estava a 132 quilômetros por hora antes de entrar na curva, para a qual o limite de velocidade é de 48 quilômetros por hora, disse Earl Weener, um integrante da NTSB que chefia a investigação.

O limite registrado antes da curva era de 113 quilômetros por hora, disse Weener, acrescentando que a aceleração do trem foi reduzida seis segundos antes do descarrilamento e os breques foram ativados cinco segundos antes do acidente, que feriu 11 pessoas com gravidade.

Os breques foram ativados "muito tarde", afirmou Weener. Ele não quis dizer se o descarrilamento tinha ocorrido por erro do condutor.

"Nesta altura, não podemos dizer", declarou Weener aos repórteres. "Neste momento, os dados são preliminares."

Esse foi o mais recente de uma série de acidentes afetando a ferrovia, incluindo um descarrilamento em maio que deixou mais de 70 pessoas feridas no Estado de Connecticut.

(Reportagem adicional de David Gaffen e Susan Heavey)

Tudo o que sabemos sobre:
EUATREMNY*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.