Tropas americanas matam 19 supostos xiitas em Bagdá

Os soldados responderam a um ataque dos milicianos com lança-granadas e tiros

EFE

10 de maio de 2008 | 06h11

As tropas americanas no Iraque mataram 19 supostos milicianos xiitas em diversas operações em Bagdá, e anunciaram a morte de um de seus soldados em uma ação fora de combate, informou o comando militar dos Estados Unidos. Em comunicado divulgado nesta sexta-feira, o Exército americano informou que seus militares mataram ontem 11 supostos membros dos "grupos especiais" - termo usado pelos EUA para se referir aos milicianos xiitas do Exército Mehdi, de Moqtada al-Sadr - em Cidade de Sadr, reduto deste grupo no leste de Bagdá. Segundo a nota, os soldados responderam a um ataque dos milicianos com lança-granadas e tiros, e, com ajuda aérea de um helicóptero, mataram os 11 supostos rebeldes xiitas. Em outro comunicado foi informada a morte ontem de outros oito "criminosos" em diferentes partes de Bagdá, que, segundo os EUA, também tinham atacado suas forças com lança-granadas e armas leves. Em um terceiro comunicado, o Exército americano anunciou a morte de um de seus soldados em uma ação fora dos combates, mas não informou o local do falecimento nem suas circunstâncias.

Tudo o que sabemos sobre:
Guerra do Iraque

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.