Tropas dos EUA começarão a deixar Afeganistão antes de 2012

Funcionário do governo revela que estratégia inclui início de retirada antes do término do mandato de Obama

Associated Press,

01 de dezembro de 2009 | 16h44

Um alto funcionário do governo dos EUA disse nesta terça-feira, 1º, que o presidente Barack Obama anunciará, durante a divulgação da nova estratégia do país para o Afeganistão, que as tropas americanas começarão a deixar o país asiático "bem antes" do término do seu mandato.

 

Veja também:

linkEUA enviarão mais 30 mil soldados ao Afeganistão

linkApós anúncio, Obama lutará para custear plano no Afeganistão

especialEspecial: 30 anos de violência e caos no Afeganistão

 

O envio de 30 mil militares à guerra contra o Taleban e o plano de retirada entre três e cinco anos fazem parte da nova estratégia dos EUA que será divulgada pelo mandatário às 20 horas locais (23 horas no horário de verão brasileiro) na Academia Militar de West Point, Nova York.

 

Em vez de uma estratégia de escalada, Obama optou pelo envio maciço de soldados ao Afeganistão. Os reforços serão enviados em um intervalo de seis meses e devem começar a deixar os EUA ainda este ano. O início da retirada das tropas americanas deve começar antes do fim de 2012, quando termina o mandato do atual presidente.

 

A Casa Branca diz que Obama já deu ordens a seus comandantes para que a nova estratégia e, consequentemente, o aumento das tropas já fossem aplicados. O líder americano conversou com os presidentes da Rússia, Dmitri Medvedev, da França, Nicolas Sarkozy, da China, Hu Jintao, com a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, e com os primeiros-ministros da Itália, Silvio Berlusconi, e do Reino Unido, Gordon Brown, para passar informações sobre seus planos antes de anunciá-los publicamente.

Tudo o que sabemos sobre:
ObamaEUAestratégiaAfeganistão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.