'Tudo' está sobre a mesa para deter violência na Líbia--Hillary

Todas as opções estão sobre a mesa para tentar persuadir o governo líbio a parar de usar a violência contra os manifestantes que exigem a queda do coronel Muammar Gaddafi, mas a prioridade dos Estados Unidos é proteger seus cidadãos, afirmou a secretária de Estado, Hillary Clinton, na quarta-feira.

REUTERS

23 de fevereiro de 2011 | 18h38

"Tudo estará sobre a mesa. Olharemos para todas as opções possíveis para tentar pôr um fim à violência, para tentar influenciar o governo, mas eu disse ontem ... em qualquer situação, nossa principal preocupação tem de ser para a segurança dos nossos cidadãos", afirmou Hillary em entrevista coletiva conjunta com o chanceler brasileiro, Antonio Patriota.

Tudo o que sabemos sobre:
EUALIBIAHILLARY*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.