Veja os principais pontos do orçamento proposto por Obama

O presidente americano, Barack Obama, apresentou nesta segunda-feira, 1, ao Congresso um orçamento federal de US$ 3,8 trilhões, com um déficit fiscal previsto de US$ 1,56 trilhão. O projeto estimula aumento de impostos e investimentos e corta 126 programas federais. No total, Obama prevê um aumento de US$ 100 bilhões em relação ao orçamento do ano passado.

estadao.com.br,

01 de fevereiro de 2010 | 17h23

Veja também:

link Radar econômico: déficit é o triplo do considerado sustentável

Mesmo assim, o rombo nas contas públicas americanas foi estimado em 10,6% do Produto Interno Bruto (PIB) americano. Para se ter uma ideia, toda a riqueza produzida no Brasil em 2008 somou US$ 1,57 trilhão, de acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI). Veja os principais pontos do projeto:

CORTES:

Meio ambiente

O projeto renuncia aos US$ 646 bilhões previstos na lei de mudanças climáticas, que enfrenta dificuldades para ser aprovada no Congresso.

Programa espacial

O projeto da Nasa para enviar o homem de volta à Lua e à Marte foi excluído do orçamento. Outros 120 projetos de várias áreas também foram cortados, o que gerou uma economia de US$ 23 bilhões.

Subsídios agrícolas

Dos US$ 7 bilhões previstos, Obama cortou US$ 1 milhão em incentivos a fazendeiros de alta renda

Congelamento:

Outros US$ 250 bilhões serão economizados no congelamento de gastos não essenciais

GASTOS:

 

Empregos

- Investimento de US$6 bilhões em energia limpa e de US$ 4 bilhões em infraestrutura para diminuir o desemprego, além de US$ 33 milhões em renúncia fiscal para pequenas empresas

Guerras

- Os confrontos no Afeganistão e Iraque e operações antiterroristas no Iêmen e Paquistão devem consumir $200 bilhões. O orçamento do departamento de defesa aumentou 3,4%, para US$ 548,9 bilhões.

RECEITAS:

 

Impostos para os mais ricos

Obama extinguiu os benefícios fiscais de Bush para americanos que ganham mais de US$ 250 mil por ano, que devem gerar US$ 678 bilhões nos próximos dez anos

Taxas sobre Wall Street

Taxas impostas para recuperar o dinheiro gasto no resgate aos bancos durante a crise devem gerar US$ 90 bilhões.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
ObamaOrçamentoEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.