Vice dos EUA incentiva chineses a desafiar os seus líderes

O vice-presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, incentivou chineses na fila por vistos norte-americanos a "desafiar o governo", durante um breve encontro nesta quarta-feira na embaixada norte-americana em Pequim.

Reuters

04 de dezembro de 2013 | 13h28

Acompanhado pelo embaixador Gary Locke, Biden saudou centenas de chineses que faziam fila no setor de vistos.

"Inovações podem somente ocorrer quando você respira livremente. Desafie o governo, os seus professores, os seus líderes religiosos", afirmou Biden.

O vice-presidente visita Pequim a convite do governo chinês. Ele vai se encontrar com o presidente Xi Jinping.

Prioridade na pauta de discussões é a nova zona de identificação aérea chinesa no mar Oriental da China, à qual Washington, Tóquio e Seul se opõem.

Não é a primeira vez que Biden tenta interagir com populares na China. Em 2011, também em Pequim, ele foi a um restaurante típico.

"Se vocês vierem a Washington, digam que falaram comigo aqui e eu prometo que vocês vão poder me ver", brincou ele na embaixada.

(Com reportagem de Reuters Television)

Tudo o que sabemos sobre:
EUABIDENDESAFIACHINA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.