Vídeo de Bin Laden não contém ameaça evidente--CNN

Não há ameaças evidentes ou menções sobre ataques no novo vídeo do líder da Al Qaeda, Osama Bin Laden, afirmou a CNN nesta sexta-feira, citando uma autoridade dos EUA.Referências cronológicas no vídeo indicam que as imagens foram filmadas recentemente, acrescentou a rede de televisão, citando uma autoridade não-identificada. No vídeo, Bin Laden aparece de barba aparada e pintada, conforme comparação da agência de notícias AP com imagens de vídeo divulgado em 2006.O governo dos Estados Unidos confirmou que obteve uma cópia de um vídeo, que seria uma preparado para marcar o sexto aniversário dos atentados de 11 de setembro.  A autenticidade da fita, em que Bin Laden se dirigiria ao povo americano, está sendo verificada por especialistas do governo. A existência do vídeo havia sido divulgada na quinta-feira pelo grupo islâmico Al-Sahab, ligado à Al-Qaeda, num site freqüentemente usado pela organização.  O Al-Sahab também colocou na internet uma foto de Bin Laden, na qual o líder extremista aparece com a barba mais escura do que em suas imagens divulgadas anteriormente, em 2004. O site não deu indicação do conteúdo da mensagem ou de quando ela seria divulgada. O Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos diz que capturar ou matar Bin Laden continua sendo prioridade. O último vídeo em que Bin Laden aparece foi divulgado em outubro de 2004. Na ocasião, o líder extremista ameaçou realizar novos ataques contra os Estados Unidos, às vésperas das eleições presidenciais americanas. Em janeiro de 2006 foi divulgada uma gravação de áudio de Bin Laden.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.