Vídeo questionando inteligência de Bush vira hit no YouTube

Compilação da MSNBC perguntando se 'Bush é um idiota' atinge quase um milhão e meio de acessos

Rafael Calixto, do estadao.com.br,

21 de agosto de 2007 | 17h14

Um debate realizado em um dos jornais da rede MSNBC, questionando a inteligência do presidente Bush, tornou-se um hit no YouTube, atingindo quase um milhão e meio de visualizações.    Veja o vídeo      Exibindo uma compilação de algumas das gafes de Bush, o vídeo, com mais de 10 mil comentários no site, discute se "Bush é um idiota" e se ela estaria danificando a credibilidade do país no exterior, deixando a cargo do espectador decidir.   O primeiro comentário exibido de Bush é "Eu acho que uma virada da maré, veja, como eu me lembro, eu fui criado no deserto, mas a maré pode... É fácil ver a maré mudar (...) Eu disse essas palavras?".   Outras linhas dos discursos do presidente são ironizadas em seqüência, como ele afirmando "eu sei que seres humanos e peixes podem coexistir pacificamente".   Após tentar evidenciar a falta de recurso intelectual do líder norte-americano, o âncora questiona se o que os EUA precisam de um presidente brilhante ou alguém que cuide do povo, defenda os interesses da nação.   O convidado do programa e colunista do Wall Street Journal, John Fund, ao ser perguntado se essa é uma questão 'justa' a se fazer, alega que Bush é inarticulado, e "ser inarticulado não é a mesma coisa que ser estúpido".   A compilação também dava provas da falta de articulação na oratória de Bush, com trechos de longa pausa em uma mesma oração, denotando certa lentidão de raciocínio, como "os EUA estão engajados em uma guerra... Contra os... Os... Grupos extremistas inimigos".   Antes de fazer um paralelo com o ex-presidente e ator Ronald Reagan - a quem muitos rotulavam como estúpido-, o programa exibe um trecho do talk show "The Daily Show", com Jon Stewart, que satiriza uma entrevista coletiva do presidente ao lado da chanceler alemã, Angela Merkel.   Bush agradece sobre uma refeição com carne de porco oferecida a ele. Ao ser pergutado na seqüência por um repórter sobre a situação envolvendo Beirute, replica: "Achei que você ia perguntar sobre o porco".   Uma recente pesquisa de popularidade da empresa Zogby International aponta que os índices de aprovação do presidente americano atingiram níveis muito baixos, e continuam caindo conforme seu mandado se aproxima do fim. A pesquisa do dia 15 de agosto evidencia que apenas 32% dos norte americanos apoiam o presidente.

Tudo o que sabemos sobre:
George W. BushEstados UnidosYouTube

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.