Vítima de tiroteio em Fort Bragg é veterano condecorado

Um soldado morto a tiros por outro membro de sua unidade em Fort Bragg, na Carolina do Norte, foi identificado neste sábado como sendo o tenente-coronel Roy Tisdale, um veterano condecorado das guerras do Iraque e do Afeganistão.

Reuters

30 de junho de 2012 | 16h15

Tisdale, de 42 anos, comandante da 525o Batalhão de Tropas da Brigada Especial, foi morto na quinta-feira por um membro de sua unidade, que depois tentou se matar com a mesma arma. O atirador, que não foi identificado, estava em estado grave.

Um terceiro soldado, o especialista Micheal Latham, de 22 anos, também foi ferido, mas não corre riscos.

Tisdale, que se graduou da Universidade A&M Texas em 1993, assumiu o comando de seu batalhão em janeiro de 2012, disse o Exército em um comunicado no sábado.

Seus prêmios e condecorações incluem a Medalha Estrela de Bronze, a Coração Púrpura, a Medalha por Serviços Meritórios e a Medalha de Condecoração do Exército, entre outras, disse o Exército.

O tiroteio ocorreu quando Tisdale reunia sua unidade para um comunicado sobre segurança antes do feriado de 4 de julho.

O agressor estava enfrentando corte marcial por ter supostamente furtado uma caixa de ferramentas no valor de 2.000 dólares, e poderia ser afastado do exército se fosse considerado culpado, disse anteriormente um oficial.

(Por Paul Thomasch)

Mais conteúdo sobre:
EUAVITIMASFORTBRAGG*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.