178 migrantes são resgatados de caminhão abandonado no México

Abandonados por traficantes no estado de Veracruz, migrantes ‘fugiram após sentir fome’

O Estado de S. Paulo

30 Julho 2017 | 04h52

As autoridades mexicanas resgataram neste sábado 178 migrantes da América Central que foram abandonados em um caminhão no estado de Veracruz, ao leste do país, enquanto tentavam chegar aos Estados Unidos. Os migrantes, presos numa carreta levada por trafiicantes, explicaram que saíram do baú do caminhão onde eram levados “porque tinham fome. Caminharam e chegaram ao povoado de Tantima, onde os habitantes os deram do que comer”informou a polícia de Veracruz.

 

Após o atendimento, os policiais enviaram o caso às autoridades migratórias, que os enviaram a uma base e deram início ao processo de deportação. A maioria dos resgatados eram mulheres e homens adultos, apesar de também haver a presença de menores de idade entre os resgatados.

 

O resgate por parte do governo mexicano fecha uma semana com mortes eslativas a esta mesma tentativa de imigração ilegal: no domingo passado, os corpos de 10 migrantes sem documentos foram encontrados em um caminhão próximo da cidade de San Antonio, no sul do estado norte-americano do Texas e que fica a cerca de 250 km da fronteira com o México. Durante a semana, os corpos de cinco imigrantes da Guatemala foram encontrados mortos no Rio Grande, fronteira natural entre os dois países. Os guatemaltecos faziam parte de um grupo maior, de 12 pessoas, que tentavam entrar nos EUA. /AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.