59,7% dos paraguaios acham que governo de Lugo será 'bom'

Pesquisa aponta ainda que 20% dos indagados consideram que o ex-bispo terá um desempenho 'regular'

Efe,

06 de julho de 2008 | 16h26

Cerca de 59,7% dos paraguaios consideram que o governo do ex-bispo Fernando Lugo, que assumirá o poder no Paraguai em 15 de agosto, será "bom", segundo uma pesquisa publicada neste domingo, 6, pelo jornal Última Hora. A pesquisa revela ainda que 14,8% acreditam que a administração de Lugo, que governará o Paraguai no período 2008-2013, será "muito boa". Por sua vez, 20% dos indagados consideram que o ex-bispo terá um desempenho "regular"; 1,8% acham que será "ruim", e 0,1% pensam que vai ser "muito ruim". O número dos que não sabem ou não responderam totaliza 3,6%. O estudo, realizado entre 20 de junho e 3 de julho, com 1.212 pessoas, também assinala que 56,3% dos consultados consideram que Lugo terá dificuldades para conduzir corretamente o governo, mas que o fará. Por outro lado, 40,7% acreditam que as chances de Lugo vencer a corrupção dependerão do apoio político que obtiver, ao tempo que 28,6% consideram que poderá vencê-la, e 13,1% condicionaram a outros fatores a eventual superação desse obstáculo. Por sua parte, 16,8% dos indagados expressaram que Lugo, que com sua vitória pôs fim a 61 anos de governo do Partido Colorado, não conseguirá vencer a corrupção no país.

Tudo o que sabemos sobre:
Fernando Lugo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.