Acidentes matam 9 mineiros na Colômbia

Nove trabalhadores morreram soterrados em duas minas de carvão no centro da Colômbia, em acidentes provocados por acúmulo de gases explosivos, disse o governo na quarta-feira.

REUTERS

24 de novembro de 2010 | 19h18

O primeiro acidente ocorreu na terça-feira na localidade de Lenguazaque, departamento de Cundinamarca, e matou dois mineiros. A outra explosão aconteceu no município de Guachetá, onde 11 mineiros foram soterrados - quatro deles foram retirados com vida, e sete morreram.

As duas pequenas minas ficam distantes das principais operações de exploração de carvão na Colômbia, realizadas pelas empresas Drummond e Glencore, no norte do país.

Acidentes em minas são relativamente raros na Colômbia, onde há numerosas minas subterrâneas de ouro e carvão. Nos últimos meses, no entanto, eles têm se intensificado, em geral por falhas na prevenção.

Em junho, 73 trabalhadores morreram soterrados após uma explosão numa mina de carvão do noroeste colombiano, pior acidente desse tipo no país em mais de 30 anos.

Tudo o que sabemos sobre:
COLOMBIAMINEIROS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.