Agente em liberdade condicional nos EUA chega a Cuba--TV estatal

Um agente de inteligência cubano em liberdade condicional nos Estados Unidos chegou na sexta-feira à Cuba após receber permissão de Washington para visitar seu irmão com câncer, disse a TV estatal da ilha. Essa é a primeira vez que acontece uma viagem desse tipo.

REUTERS

30 Março 2012 | 19h32

René González, de 55 anos, foi o primeiro preso solto entre os cinco agentes do caso conhecido como Rede Avispa, cujos integrantes foram detidos em 1998 e condenados nos Estados Unidos a longas penas de prisão acusados de espionagem.

Essa foi a primeira vez que a Justiça dos EUA concedeu uma permissão de viagem desse tipo para sua rival histórica Cuba.

"Depois do meio-dia desta sexta-feira, chegou à pátria em visita particular e familiar o herói da República de Cuba, René González, um dos cinco lutadores antiterroristas cubanos condenados injustamente a cumprir longas penas de privação da liberdade em prisões norte-americanas", reportou a televisão estatal.

González, que tem filhas, esposa e pais morando em Cuba, poderá permanecer na ilha por duas semanas a partir de sua chegada e se encontrará com seu irmão, que está gravemente doente com câncer.

(Reportagem de Rosa Tania Valdés e Nelson Acosta)

Mais conteúdo sobre:
CUBA EUA AGENTE CONDICIONAL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.