Ahmadinejad e Lula reúnem-se a pedido de Teerã

Encontro ocorrerá hoje no hotel do líder brasileiro, em Nova York, e deve atrair muitos manifestantes

Gustavo Chacra, O Estado de S. Paulo

23 de setembro de 2009 | 07h40

O presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, receberá nesta quarta-feira, 23, o presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, em seu hotel em Nova York. O encontro ocorrerá às 15 horas e deve atrair manifestantes da comunidade judaica e da oposição iraniana. Segundo assessores de Lula, foram as autoridades iranianas que pediram a audiência.

 

Questionado pelo Estado, o chanceler Celso Amorim disse não saber se Lula falaria com Ahmadinejad sobre suas recentes declarações contra Israel e o Holocausto. "Não sei se este é o momento (para tocar no assunto). O encontro será muito rápido, como todos que ocorrem durante a Assembleia-Geral da ONU e servem mais para marcar outros encontros", afirmou, frisando que o governo brasileiro rejeita qualquer "negação do Holocausto".

 

Em nota divulgada ontem, a Confederação Israelita do Brasil pediu ao governo brasileiro que atue para impedir Ahmadinejad de questionar o Holocausto de novo e a lançar desafios à comunidade internacional.

 

Segundo Amorim, o diálogo com o Irã não deteriorou a relação do Brasil com Israel. Ele disse que Lula só não foi a Israel por problemas de agenda e há uma percepção equivocada das relações entre brasileiros e israelenses. Em Israel e na comunidade judaica, muitos criticam Lula por ter visitado muitos países árabes e não Israel nos seus sete anos de mandato.

 

Ahmadinejad visitaria o Brasil no início do ano, mas a viagem foi cancelada pelo iraniano.

 

Em entrevista à Associated Press, Ahmadinejad disse na terça-feira que lamenta as mortes ocorridas durante os protestos após a contestada eleição na qual ele foi reeleito, mas disse que seu governo não teve culpa. Ele também ofereceu a ajuda do Irã para estabilizar o Afeganistão.

Tudo o que sabemos sobre:
ONUBrasilIrã

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.