Leo La Valle/Efe
Leo La Valle/Efe

Altitude de La Paz faz Chávez se sentir mal

Presidente não pôde ir a almoço com Evo, que iniciou segundo mandato nesta sexta

Associated Press,

22 de janeiro de 2010 | 22h03

A altitude da capital boliviana afetou o presidente Hugo Chávez nesta sexta-feira, 22, e o fez cancelar um almoço com seu colega Evo Morales, que iniciou seu segundo mandato, informou o chanceler David Choquehuanca.

 

Veja também:

linkEvo Morales toma posse para segundo mandato na Bolívia

linkChávez obriga TVs a cabo a transmitir discursos em rede

linkVenezuela rechaça relatório sobre dependência da Justiça

 

"O presidente Chávez se sentiu mal e por isso foi a seu hotel descansar (...) seguramente porque a altitude o afetou", disse Choquehuanca em uma coletiva de imprensa.

 

O mandatário venezuelano chegou na madrugada desta sexta para acompanhar a posse de Evo, que governará a Bolívia por mais cinco anos. Chávez acompanhou o ato de seu assento e, segundo fontes locais, foi onde começou a se sentir mal. O presidente, no entanto, permaneceu em seu lugar até Evo terminar seu discurso.

 

Choquehuanca alegou que é normal que a altitude afete pessoas que vêm de lugares ao nível do mar, pois La Paz está situada a cerca de 3.600 metros acima desta altura.

Tudo o que sabemos sobre:
Hugo ChávezEvo MoralesLa Pazaltitude

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.