Ao menos 7 pessoas morrem em queda de avião em Bogotá

Aparelho bateu contra quatro casas e pegou fogo, provavelmente após sofrer falhas mecânicas

EFE

12 de outubro de 2007 | 02h34

Pelo menos sete pessoas morreram nesta quinta-feira na queda de um pequeno avião ambulância de serviço particular sobre um bairro popular de Bogotá, poucos minutos após decolar do aeroporto Eldorado, da capital colombiana, informaram nesta sexta-feira fontes oficiais.   As autoridades aeronáuticas identificaram cinco das sete pessoas que perderam a vida no acidente, ocorrido pouco depois das 20h (22h de Brasília).   O capitão Alejandro Clavijo, piloto da aeronave; o co-piloto Ricardo Lozano; a médica Sandra Patricia Melo, de 30 anos; os auxiliares médicos Fredy Manuel Gómez (30) e Juan Carlos Martínez (35), e duas pessoas que viviam em uma das casas atingidas pelo avião, cujos nomes não foram divulgados, morreram no acidente.   O Cessna viajava em direção à cidade de Leticia, capital do departamento (estado) de Amazonas, situada no extremo sul do país, na fronteira com o Brasil. O aparelho caiu no bairro Veracruz do populoso distrito de Fontibón.   Ele bateu contra quatro casas e pegou fogo, aparentemente após sofrer falhas mecânicas. O aparelho, que pertencia à empresa Riosur, ficou totalmente destruído.   Várias testemunhas disseram que o som do motor do pequeno avião indicava uma imperfeição e que aparentemente o piloto tentou aterrissar ao sentir o problema. As casas atingidas estão sendo vasculhadas na busca de outras possíveis vítimas.

Tudo o que sabemos sobre:
aviãoacidenteBogotá

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.