Após quase meio século, Fidel Castro deixa o poder

O líder cubano Fidel Castro anunciounesta terça-feira que não será mais o presidente de Cuba,afastando-se do poder após quase meio século, segundo texto desua autoria publicado pelo jornal oficial Granma. "Aos meus caros compatriotas, que me deram a imensa honrade eleger-me recentemente como membro do Parlamento...,comunico que não aspirarei nem aceitarei, repito, não aspirareinem aceitarei o cargo de presidente do Conselho de Estado eComandante em Chefe", escreveu Fidel. Aos 81 anos, o líder disse que não se recuperou da doençaque o obrigou a transferir o poder a seu irmão Raúl, um ano emeio atrás. (Reportagem de Esteban Israel)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.