Aprovação da nova Constituição beira 61% na Bolívia

Com essa porcentagem da apuração oficial, os votos a favor da Carta Magna chegam a 1.834.133 (60,99%)

Efe,

27 de janeiro de 2009 | 21h13

O apoio à nova Constituição da Bolívia, submetida a referendo no domingo passado, beira os 61%, com 86,43% dos votos apurados, segundo dados divulgados nesta terça-feira, 27, pela Corte Nacional Eleitoral (CNE). Veja também:Evo diz que não negociará nova Constituição com opositoresVitória apertada complica governabilidade Entenda os pontos polêmicos da nova Constituição da Bolívia Com essa porcentagem da apuração oficial, os votos a favor da Carta Magna impulsionada pelo presidente Evo Morales chegam a 1.834.133 (60,99%), enquanto o "Não" recebeu até o momento 1.173.053 (39,01%). As pesquisas a boca-de-urna divulgadas pela imprensa local ao término do referendo indicaram uma vitória do "Sim" com 60% em todo o país, mas com rejeição nas regiões consideradas autonomistas. O presidente da Corte Nacional Eleitoral, José Luis Exeni, declarou ontem que, se não for necessária a recontagem de alguma mesa, os resultados definitivos podem ser divulgados até a próxima segunda-feira para serem enviados ao Congresso Nacional.

Tudo o que sabemos sobre:
Bolíviaconstituição

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.