Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Assessor diz que Lula está 'chocado' com assassinato de Bhutto

Governo brasileiro vê com 'preocupação' morte da ex-primeira-ministra paquistânes

Ana Paula Scinocca, de O Estado de S. Paulo,

27 de dezembro de 2007 | 16h41

O assessor especial da Presidência da República para Assuntos Internacionais, Marco Aurélio Garcia, disse antes de embarcar para a Colômbia que o governo brasileiro vê com "pesar e preocupação" o assassinato da ex-primeira-ministra paquistanesa Benazir Bhutto.  Veja também:Bush diz que assassinato foi 'ato covarde'  Benazir, uma história de dinastia política Cronologia: A trajetória de Benazir Assista ao vídeo  Blog do Guterman: Guerra civil à vista  Índia classifica ato como 'abominável' Para Rússia, morte provocará onda de terror  "O governo brasileiro ainda vai se manifestar, mas eu estive agora com o presidente Lula e ele está muito chocado com esse acontecimento. É evidente que nós temos preocupação de que a situação no Paquistão não se deteriore, pois lá é uma zona nevrálgica do mundo, atualmente", declarou Garcia. Benazir foi morta quando saía de um comício eleitoral, num atentado a tiros e a bomba. Outras 16 pessoas morreram no ataque. A identidade do agressor não estava clara, mas militantes islâmicos já foram responsabilizados por atentados anteriores contra a vida dela.

Tudo o que sabemos sobre:
Benazir Bhutto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.