Ataque a policiais mata 6 e fere 15 na Colômbia

Ao menos três policiais e quatro civis morreram em ataque de um grupo armado com explosivos e armas a uma patrulha policial, em uma pequena cidade da Colômbia, disseram autoridades nesta quinta-feira. A polícia foi acionada para checar informações de que pessoas haviam sido mortas na área quando houve o ataque, na cidade de Convención, no departamento de Norte de Santander, próximo a fronteira com a Venezuela, onde dois grupos rebeldes colombianos e traficantes de drogas atuam. "Neste momento, há três policiais e quatro civis mortos e ao menos 15 feridos", disse à Reuters, por telefone, a secretária de Governo de Convención, Magda Díaz. Autoridades não responsabilizaram nenhum dos grupos armados do país. O conflito na Colômbia, que já dura quatro décadas, diminuiu desde que o presidente Alvaro Uribe assumiu em 2002 e enviou tropas para retomar áreas antes controladas pelos rebeldes das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) e por paramilitares, que se confrontavam para assumir o controle de terras ou de rotas do tráfico de drogas. As Farc, principal grupo rebelde do país, enfraqueceu-se e teve de recuar para regiões montanhosas e de selva. Mas acredita-se que os rebeldes sejam responsáveis por explosões em duas cidades que causaram a morte de quatro pessoas. O segundo maior grupo rebelde colombiano, o ELN (Exército de Libertação Nacional) tem se engajado em negociações de paz com o governo, mas seus guerrilheiros seguem ativos, especialmente na região da fronteira com a Venezuela. (Reportagem de Luis Jaime Acosta e Patrick Markey)

REUTERS

12 de fevereiro de 2009 | 17h00

Tudo o que sabemos sobre:
COLOMBIAATAQUEMORTOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.