AP
AP

Ataque atribuído às Farc mata cinco militares na Colômbia

Negociação de paz entre guerrilha e o governo colombiano teve início nesta semana, na Noruega

Reuters

20 de outubro de 2012 | 15h59

BOGOTÁ - Um ataque atribuído às Forças Armadas Revolucionárias das Colômbia (Farc) matou cinco militares e deixou outros 10 feridos no sul do país, informou o exército colombiano neste sábado, 20, no primeiro confronto grave após a instalação de negociações de paz.

O ataque ocorreu na noite de sexta-feira em uma estrada próxima ao município de Puerto Vega, no departamento de Putumayo, onde os rebeldes das Farc ativaram explosivos durante a passagem de um comboio militar, disse o comandante da 6ª divisão do exército, general Germán Giraldo.

A região onde ocorreu o ataque é uma zona de floresta que faz fronteira com o Equador e tem forte presença das Farc. "Nossos corações estão com as famílias dos soldados que perderam a vida em um ataque vil com explosivos ocorrido em Putumayo", disse o presidente colombiano, Juan Manuel Santos, em sua conta no Twitter.

O governo e as Farc iniciaram na quinta-feira na Noruega uma negociação de paz para por fim ao conflito armado de quase cinco décadas e que deixa centenas de mortos por ano.

Mas o governo descartou um cessar fogo enquanto ocorrem as conversas. As forças militares do país mantêm ofensiva contra o grupo e os rebeldes seguem com seus ataques, incluindo alvos nos setores de petróleo e de mineração, importantes para a quarta maior economia da América Latina.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.