Ataque das Farc deixa 3 mortos no sudoeste da Colômbia

Ataque, o quarto neste ano das Farc a Corinto, foi cometido por rebeldes disfarçados de militares

19 de julho de 2009 | 23h33

Pelo menos três pessoas morreram neste domingo, 19, e outros 18 civis e dois policiais ficaram feridos em um ataque das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) à localidade de Corinto, sudoeste colombiano, informaram as autoridades locais.

 

Um menor de 17 anos, um jovem de 19 e um adulto de 40, todos da cidade, morreram no ataque, informou o prefeito deste município do departamento de Cauca, Gilberto Muñoz.

 

Ele acrescentou que oito dos 18 civis feridos foram transferidos a hospitais de Cali, a capital do departamento vizinho de Valle del Cauca.

 

O ataque, o quarto neste ano das Farc a Corinto, foi cometido por rebeldes disfarçados de militares e que trocaram tiros com policiais da localidade, cerca de 500 quilômetros de Bogotá.

 

O comando da polícia de Cauca disse em Popayán, a capital regional, que os guerrilheiros pertenciam à frente 6ª das Farc.

 

Os rebeldes tentaram ocupar a Prefeitura, cuja população é majoritariamente indígena, e fugiram em direção às montanhas após o sobrevoo de aeronaves militares, que apoiavam as tropas em terra que perseguiam os atacantes.

 

De acordo com a edição eletrônica do jornal "El Tiempo", de Bogotá, os civis ficaram no meio do fogo cruzado.

Tudo o que sabemos sobre:
FarcCorinto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.