Autoridades do México emitem alerta por roubo de material radioativo

O governo do México emitiu na noite de quarta-feira um alerta em uma dezena de Estados do centro do país pelo roubo de material radioativo de um armazém de uma empresa localizada nos subúrbios da capital.

REUTERS

12 de junho de 2014 | 09h12

O Ministério de Governo (Interior) informou em comunicado que, embora seja "improvável" que o material (césio 137 e amerício/berílio) seja perigoso para a saúde, pode sim causar lesões a quem o manipular sem cuidados ou ficar em contato com o material durante muito tempo.

O governo não deu detalhes sobre o volume furtado nem seu uso potencial.

Mais cedo, o secretário do Governo, Miguel Ángel Osorio Chong, disse a jornalistas que as autoridades já estavam em busca do material radioativo.

"É um material que requer cuidados em seu manejo, por isso é importante localizá-lo rapidamente e, claro, punir quem tiver infringido (a lei), tiver cometido este delito", afirmou.

Em fins do ano passado, ladrões roubaram um caminhão com dejetos radioativos que incluíam cobalto-60, um material que segundo especialistas pode ser usado para fabricar as chamadas "bombas sujas". O caminhão foi encontrado abandonado horas depois.

(Reportagem de Noé Torres)

Mais conteúdo sobre:
MEXICORADIACAOROUBO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.