Avião cai após ser atingido por raio e deixa um morto na Colômbia

Boeing levava 127 pessoas, das quais 114 se feriram; não há informações de casos graves

Efe

16 de agosto de 2010 | 10h36

 

BOGOTÁ - Um avião caiu após ser atingido atingido por um raio enquanto tentava um pouso no aeroporto da ilha de San Andrés, no norte da Colômbia, nesta segunda-feira, 16, deixando um morto e 114 feridos, informou a Polícia local.

 

Veja também:

especialEspecial: Os piores acidentes aéreos da História

 

O acidente ocorreu por volta da 1h50 local (3h50 de Brasília) quando um Boeing 737-700 da companhia aérea Aires, com 121 passageiros e seis tripulantes a bordo, que cobria a rota Bogotá-San Andrés, se preparava para pousar no aeroporto da ilha caribenha e foi atingido por um raio. Uma passageira identificada, Amar Fernández de Barreto, morreu aparentemente de parada cardíaca, enquanto 114 passageiros ficaram feridos. Por enquanto não há informações sobre casos graves.

"A aeronave que cobria o trajeto Bogotá-San Andrés aterrissava em meio a uma intensa tempestade elétrica, quando um potente raio teria causado seu descontrole na extremidade da pista 06", informou à Caracol Radio o coronel Gustavo Barrero, comandante do Grupo Aéreo do Caribe da Força Aérea Colombiana.

O aeroporto Gustavo Rojas Pinillas de San Andrés paralisou suas atividades. Por enquanto, estão suspensas todas as decolagens e chegadas no aeroporto de San Andrés, um dos pontos turísticos do Caribe colombiano.

 

Em comunicado, a Polícia informou também que "os aeroportos de Panamá e Manágua, na Nicarágua, foram habilitados como alternativas". Esses terminais ficam nos países vizinhos estão mais próximos até do que do território continental da Colômbia.

 

Em outro comunicado, a Aviação Civil informa que as atividades de atendimento aos passageiros estão sendo realizadas de forma conjunta com a, Marinha, a Aeronáutica, a Polícia, a Cruz Vermelha, a companhia Aires e outras instituições do Comitê Regional para a Prevenção e Atendimento de Desastres (Crepad).

Tudo o que sabemos sobre:
Colômbiaaviaçãoaviãoacidentequeda

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.