Avião cai na Argentina e 22 pessoas morrem, diz hospital

Um avião comercial argentino caiu na remota região da Patagônia no final da quarta-feira, matando todos os 19 passageiros e três membros da tripulação que estavam a bordo, disse a jornalistas um diretor de um hospital local.

REUTERS

19 de maio de 2011 | 08h29

O avião, operado pela companhia aérea regional Sol, enviou um alerta de emergência às 20h50 (horário local) e depois disso não fez mais contato, de acordo com comunicado da companhia.

"Ninguém foi encontrado vivo", disse Ismael Ali, diretor do hospital de Los Menucos, na província de Rio Negro, no sul do país, à emissora local.

Ele disse que os destroços do avião estavam espalhados no local do acidente. "Tudo está destruído, queimado, em pedaços."

O avião era um Saab 340 turbopropulsor, que pode levar entre 30 e 36 pessoas. Ele caiu perto da cidade de Prahuaniyeu numa área remota e sem muitas estradas.

"A possibilidade de encontrar sobreviventes é mínima", disse o porta-voz da companhia, Horacio Darre.

Autoridades aeronáuticas não comentaram imediatamente.

(Reportagem de Hugh Bronstein)

Tudo o que sabemos sobre:
ARGENTINAACIDENTEVINTEDOIS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.