Avião colombiano derrapa e pára na praia

Acidente com aeronave fabricada pela Embraer deixa sete pessoas levemente feridas

18 Julho 2007 | 00h00

Sete pessoas ficaram levemente feridas após um avião da empresa colombiana AeroRepública derrapar ao aterrissar no Aeroporto Simón Bolívar, na cidade caribenha de Santa Marta. A aeronave, que levava 54 passageiros, saiu da pista e entrou parcialmente no mar. Segundo a Aerocivíl, que regula a aviação comercial na Colômbia, o acidente foi provocado pela umidade na pista. Veja também: O local do acidente Os piores desastres aéreos do Brasil Galeria de fotos ">Tudo sobre o acidente da TAM Após o pousar, o avião quebrou a barreira de proteção que separa a pista do mar e parou com o nariz dentro da água. Segundo Antonio José Valencia, um dos passageiros, chovia e ventava no momento do acidente e o piloto iniciou o pouso quase na metade da pista. "O avião saiu de lado e acabou entrando no mar", disse à rádio colombiana RCN. Fabricado no Brasil, o modelo Embraer 190 havia saído da cidade de Cali (500 km a sudoeste de Bogotá). "Aeronave, de última geração e recentemente adquirido pela companhia AeroRepública junto com outros sete aparelhos, não registrou incidente técnico algum nas últimas vistorias", disse o chefe de comunicação da Aerocivíl, Martín González. "Todos os 54 passageiros foram retirados com urgência, assim como os cinco tripulantes", acrescentou.

Mais conteúdo sobre:
acidente aéreo AeroRepública

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.