Avião com 51 a bordo cai na Venezuela e deixa 15 mortos

Aeronave fazia trajeto entre Puerto Ordaz e a ilha de Margarita, quando caiu logo após a decolagem

estadão.com.br,

13 de setembro de 2010 | 12h21

 

 

CARACAS - Um avião ATR-42 com 51 pessoas a bordo caiu nesta segunda-feira, 13, perto de Puerto Ordaz, no leste da  Venezuela, e deixou 15 mortos.

 

Das 51 pessoas a bordo, 47 eram passageiros e quatro, tripulantes, dos quais só um sobreviveu.

 

As novas cifras foram informadas nesta noite em coletiva de imprensa pelo ministro venezuelano de Transportes e Comunicações, Francisco Garcés, e pelo governador do estado de Bolívar, Francisco Rangel Gómez.

 

O avião pertencia à companhia estatal Conviasa e fazia a rota entre  Puerto Ordaz e a ilha de Margarita.

 

A aeronave caiu a dez quilômetros do aeroporto, pouco após a decolagem, em uma área que pertence à siderúrgica estatal Sidor, cujos funcionários atuaram de imediato extinguindo as chamas e retirando as vítimas dos escombros.

 

Por enquanto, as causas do acidente ainda não desconhecidas, mas segundo informações extraoficiais, o piloto perdeu o controle e tentou realizar um pouso de emergência, quando foi informado de que não poderia fazê-lo no Aeroporto Internacional Manuel Carlos Piar, de Ciudad Guayana.

 

Segundo Gomez, o piloto havia informado a torre de controle via rádio que o avião tinha problemas.

 

O ministro de Transportes informou que uma comissão técnica está no local do acidente para esclarecer os motivos da queda.

 

No último grande acidente aéreo da Venezuela, um avião da companhia aérea Santa Barbara caiu e deixou 46 mortos.

 

Com Efe, AP e Reuters

 

Atualizada às 22h30

Tudo o que sabemos sobre:
Venezuelaacidentes aéreosConviasa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.