Avião de Cristina Kirchner sofre acidente na Argentina

Aeronave derrapa e sai da pista em Santa Fé; primeira-dama e candidata à Presidência sai ilesa

Efe,

12 de outubro de 2007 | 10h01

Um avião que levava a primeira-dama argentina e candidata presidencial, Cristina Fernández de Kirchner, derrapou e saiu da pista do aeroporto de Santa Fé na noite de quinta-feira, 11. A esposa do presidente Néstor Kirchner escapou ilesa do acidente. Segundo Daniel Vaca, responsável pelo aeroporto de Sauce Viejo, onde ocorreu o acidente, um dos pneus da aeronave estourou com a aterrissagem do aparelho, que saiu dos limites da pista logo depois. A aeronave "deu alguns giros e ficou a cerca de 40 metros da pista, que estava em perfeitas condições apesar do chuvisco que caía", destacou Vaca. Ele disse ainda que o aeroporto foi fechado até que osperitos concluam as investigações e o avião seja retirado. "Hoje é um dia especial. Não sei se será um dia peronista, mas sim um dia bom porque não aconteceu nada conosco. É um dia argentino", disse Cristina ao comandar, minutos depois do incidente, um comício na capital de Santa Fé, cerca de 470 quilômetros a noroeste de Buenos Aires. Antes de a atual senadora começar seu discurso no comício, Jorge Obeid, governador de Santa Fé e que a aguardava no aeroporto, fez alusão ao acidente e elogiou a primeira-dama. "Foi um momento muito difícil. Os poucos segundos que se passaram até que eu chegasse ao avião foram para mim um dos momentos mais duros que vivi", expressou Obeid. "Quando a porta do avião se abriu, a primeira coisa que Cristina disse é que teria de se apressar para chegar ao comício. Essa é a presidente que vamos ter", ressaltou. As pesquisas apontam para vitória no primeiro turno da atual primeira-dama na corrida à Presidência, nas eleições que serão realizadas no próximo dia 28 de outubro.

Tudo o que sabemos sobre:
Cristina KirchnerArgentina

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.