Avião ultraleve cai em escola de Lima e deixa dois mortos

Alguns alunos estavam no colégio na hora do acidente, mas nenhum se feriu; falha pode ter sido causa da queda

Efe,

27 de setembro de 2008 | 16h54

Duas pessoas morreram neste sábado, 27, após a queda de um avião ultraleve em Lima. Segundo a imprensa peruana, o acidente ocorreu durante um vôo de instrução. De acordo com a polícia local, as vítimas são o instrutor de vôo e general aposentado das Forças Armadas peruanas David Alarcón Bullón, de 50 anos, e uma jovem de 20 anos conhecida como Merea. A aeronave, que havia decolado da base aérea de Las Palmas, ao sul de Lima, caiu no jardim do colégio de educação básica especial Laura Alva Saldaña, na região do bairro de Barranco. Algumas crianças estavam no local no momento do acidente, mas não sofreram nada. Não houve uma tragédia maior porque a maior parte dos estudantes estão em casa por conta do fim de semana. De acordo com a agência Andina, a causa do acidente pode ter sido um defeito mecânico que impediu os tripulantes do ultraleve aterrissar corretamente.

Tudo o que sabemos sobre:
aviaçãoLimaPeru

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.