Bachelet visita presidente eleito e candidato derrotado no Chile

Atual presidente ficou junto com Sebástian Piñera por cerca de 40 minutos e depois de dirigiu à casa de Frei

ANSA,

18 de janeiro de 2010 | 12h28

Presidente eleito, Sebastián Piñera disse que vai pedir conselhor à Michelle Bachelet para seu governo    

 

SANTIAGO - A presidente do Chile, Michelle Bachelet, visitou na manhã desta segunda-feira, 18, o próximo mandatário do país, Sebastián Piñera, que saiu vencedor do segundo turno das eleições, ocorrido neste domingo, e o candidato derrotado, o governista Eduardo Frei.

 

Veja também:

linkPiñera é eleito e enterra 20 anos de hegemonia da esquerda no Chile

linkPiñera diz que vai buscar Chile 'desenvolvido' e 'sem probreza'

 

Com 92% das urnas apuradas, o opositor, da Coalizão pela Mudança, contabilizou 51,61% dos votos, contra 48,38% do segundo colocado, que pertence à aliança de centro-esquerda Concertación. O resultado quebra uma hegemonia de 20 anos dos governistas à frente do Executivo chileno.

 

De acordo com a imprensa local, Bachelet foi à casa de Piñera em torno das 9h (10h, no horário de Brasília) e ficou junto ao empresário por cerca de 40 minutos. Ela estava acompanhada pela ministra secretária-geral de governo, María Pilar Armenet.

 

O objetivo da visita era fazer a tradicional saudação de boas-vindas ao presidente eleito. Ontem, durante as comemorações pela vitória, Piñera dissera que pediria alguns conselhos à atual governante.

 

Bachelet não falou com os jornalistas ao deixar o local e se dirigiu à residência de Frei, que já ocupou o cargo de chefe do Executivo entre 1994 e 2000.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.