Betancourt viaja para Paris com filhos e chanceler francês

Colombiana deve se encontrar nesta sexta-feira com o presidente da França, Nicolas Sarkozy

Efe,

04 de julho de 2008 | 03h51

A ex-candidata à Presidência colombiana Ingrid Betancourt viajou nesta quinta-feira, 3, para Paris, ao lado de seus filhos, Mélanie e Lorenzo, de outros parentes e do chanceler francês, Bernard Kouchner. A colombiana deve se encontrar nesta sexta-feira com o presidente da França, Nicolas Sarkozy. Veja também:Para Fidel, seqüestro de Betancourt foi 'cruel e injustificado'Libertação foi milagre, precisamos lutar pelos reféns, diz IngridIngrid pede liga de países para libertar reféns Lula cobra sensibilidade das Farc para soltar refénsO drama de IngridPor dentro das Farc Histórico dos conflitos armados na região   Cronologia do seqüestro de Ingrid BetancourtLeia tudo o que foi publicado sobre o caso Ingrid BetancourtO seqüestro de Ingrid Betancourt  Betancourt foi resgatada na quarta-feira, 2, com outros 14 reféns das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) em uma operação do Exército colombiano no sul do país. O avião do Governo francês, que na manhã desta quinta-feira levou Kouchner e os filhos da franco-colombiana até Bogotá, decolou da capital colombiana por volta das 19h40 (21h40 de Brasília), com destino a Paris. Em Bogotá, Kouchnner entregou ao presidente colombiano, Álvaro Uribe, a felicitação de Sarkozy pela "Operação Xeque", como foi batizada a ação militar que permitiu o retorno para casa de Betancourt e mais 14 reféns. O chanceler francês reiterou os apelos para que as Farc libertem os outros seqüestrados que mantêm em seu poder. "Se as Farc respeitassem as convenções de Genebra e as convenções humanitárias, naturalmente não teriam por que estar na lista" de organizações terroristas, declarou o chefe da diplomacia francesa a jornalistas. No mesmo avião que decolou em direção a Paris, também viajam a mãe da política, Yolanda Pulecio, seu atual marido, o publicitário Juan Carlos Lecompte, e seu ex, Fabrice Delloye, assim como sua irmã Astrid e dois sobrinhos. Fontes diplomáticas disseram em Bogotá que o avião pousará no aeroporto parisiense de Charles de Gaulle e que, depois, Betancourt se reunirá com o presidente francês.

Tudo o que sabemos sobre:
FrançaIngrid BetancourtColômbiaFarc

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.