Bolívia registra recorde de eleitores para eleições de dezembro

Um recorde de pelo menos 4,8 milhões de bolivianos estará habilitado para votar nas eleições de 6 de dezembro, quando o presidente Evo Morales tentará a reeleição, informou nesta quinta-feira a Corte Nacional Eleitoral (CNE).

REUTERS

15 de outubro de 2009 | 21h44

Horas antes do fechamento do registro biométrico de eleitores, a CNE confirmou que havia superado amplamente a meta de 3,8 milhões de eleitores, que era o número de bolivianos inscritos para votar no referendo de janeiro, no qual foi aprovada uma nova Constituição.

O novo registro, que pela primeira vez permite que os bolivianos que vivem no exterior votem, será fechado no final desta quinta-feira "de modo indefectível e improrrogável", disse a jornalistas o presidente da CNE, Antonio Costas.

A Bolívia tem pouco mais de 10 milhões de habitantes, segundo o Instituto Nacional de Estatística, e o número final de eleitores habilitados chegará mais perto do esperado por Morales, cinco milhões, do que pela oposição conversadora, que sugeriu que o antigo número estava "inflado".

(Reportagem de Carlos A. Quiroga)

Tudo o que sabemos sobre:
BOLIVIAELEICOES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.