Bombardeio da Força Aérea mata 7 guerrilheiros na Colômbia

Ao menos sete integrantes da segunda força guerrilheira da Colômbia morreram nesta quarta-feira num bombardeio da Força Aérea a um acampamento rebelde numa região de selva do país, informou o Exército.

REUTERS

18 de agosto de 2010 | 17h46

O ataque de aviões e helicópteros militares aconteceu perto do município de Tarazá, no departamento de Antioquia, 350 quilômetros a noroeste de Bogotá, onde setores de inteligência detectaram a presença de um acampamento do Exército de Liberação Nacional (ELN).

"Em uma operação de precisão por parte da Força Aérea Colombiana resultaram mortos sete terroristas da quadrilha denominada Heróis de Tarazá", informou uma nota.

No local do bombardeio as tropas do Exército confiscaram oito fuzis, duas armas, equipamentos de combate e munições, segundo o comunicado militar.

O ELN é a segunda força rebelde do país e de acordo com fontes de segurança conta com cerca de 2.000 homens que têm sido dizimados por uma ofensiva do Exército, esquadrões paramilitares e por um conflito com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) pelo controle de regiões estratégicas para a produção e o tráfico de cocaína.

(Reportagem de Luis Jaime Acosta)

Tudo o que sabemos sobre:
COLOMBIAGUERRILHEIROS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.